Eduardo Leite é eleito como presidente do PSDB gaúcho

Mais de 1.400 pessoas de todo o Estado participaram da convenção realizada em Porto Alegre

O ex-prefeito de Pelotas, Eduardo Leite e pré-candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), ao governo do Estado, foi eleito presidente da executiva estadual, nesse sábado (11), em Porto Alegre. A convenção dos tucanos reuniu mais de 1.400 pessoas no Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa. Para Leite, é preciso renovar e destacou a importância da política como espaço transformador da sociedade e criador de novas lideranças.


“A população está cansada de falas, quer entregas, resultados, quer alguém que compre as brigas necessárias, que enfrente com coragem as situações difíceis e encontre as soluções para melhorar a vida de todos” declarou. O jovem tucano prometeu acelerar sua agenda pelo interior do Estado e falar das propostas dos tucanos para tirar o Rio Grande da crise. “Precisamos mostrar o que acreditamos e que o projeto está acima das pessoas”, disse.

Em meio à convenção, os deputados estaduais do partido fizeram duras criticas ao governo Federal e defenderam a saída do PSDB do governo Temer. Os parlamentares também reforçaram a defesa da investigação e da punição de todos os agentes políticos envolvidos em corrupção e reiteraram o pedido, feito em maio deste ano, para que o senador Aécio Neves renunciasse definitivamente à presidência do partido. “Eu não tenho amigo e bandido de estimação. Queremos a investigação e a punição de todos os corruptos, independente do partido” declarou o deputado Pedro Pereira, que após a sua manifestação, foi aplaudido.

Deputado Pedro Pereira defende expulsão de Aécio do PSDB. Foto: Divulgação PSDB/RS

O governador de Goiás e um dos candidatos à presidência nacional dos Tucanos, Marconi Pirillo, esteve presente, trazido pela ex-governadora gaúcha Yeda Crusius (PSDB). Eduardo Leite foi eleito por aclamação com 236 votos a favor, um branco e três nulos. O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior, que deixou o comando partidário no Estado, defendeu apoio às reformas no setor público, tanto na esfera federal como estadual.

Estiveram presentes na convenção, políticos de outras siglas, como os deputados federais José Stédile (PSB) e Luis Carlos Heinze (PP), a deputada estadual Any Ortiz (PPS), e o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin (PP). Outros partidos estiveram representados no encontro, como PRB, PROS, DEM e PMDB.

COMPARTILHAR