Animal silvestre é resgatado às margens da RS 030, em Osório

Patram informou que o bicho estava acuado, foi recolhido e devolvido ao seu habitat natural

Patram resgatou animal silvestre às margens da RS-030, na área urbana de Osório. Foto: Patram

O Ratão-do-banhado é um animal comum no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, mas sua presença na área urbana, especialmente em plena luz do dia, não é nada frequente. Nessa quarta-feira (29), no entanto, um animal dessa espécie estava às margens da RS-030, nas imediações de estabelecimentos comerciais, em Osório.

Comerciantes e moradores do bairro Parque do Sol acionaram a Patrulha Ambiental (Patram) da Brigada Militar e os policiais foram até o local para realizar o resgate. Conforme o 1º Batalhão Ambiental, ele estava acuado em meio aos comércios e não apresentava lesões.

O Ratão-do-banhado foi capturado e, como não tinha ferimentos, foi devolvido ao habitat natural.

Conforme o portal Fauna Digital, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), trata-se de um animal semiaquático, que vive em ambientes próximos a cursos d’água e banhados. Eles vivem em grupos e tem hábitos mais noturnos.

O nome científico é Myocastor Coypus.  O Ratão-do-banhado possui pelagem adaptada para a vida na água, densa e macia bem como membranas para facilitar a natação.

Esta espécie pesa de 4 a 8Kg e alimenta-se de plantas aquáticas e gramíneas, até caramujos e pequenos peixes. Cada ninhada tem de de 4 a 6 filhotes. Esses animais constroem plataformas com palhas e juncos que usam para descansar, mas também podem cavar profundas tocas no solo.

COMPARTILHAR