Associação dos Municípios do Litoral Norte alerta para risco de colapso nas UTIs

Segundo a Amlinorte, 98% dos leitos de UTI da região estavam ocupados na manhã deste domingo

Nova UTI do Hospital de Osório. Foto: Divulgação / Arquivo

“Se você precisar de uma UTI provavelmente terá que contar com a infeliz sorte de outro morrer para assim você puder ocupar”, disse o presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte) e prefeito de Imbé, Pierre Emerim, em uma publicação no Facebook, na manhã deste domingo (28). Segundo a entidade, a ocupação de leitos de UTI na região atingiu 98% nesta manhã.

O Litoral Norte tem 46 leitos de UTI, sendo 22 destinados a pacientes com a Covid-19. As unidades de terapia intensiva funcionam nos hospitais de Tramandaí, Capão da Canoa, Osório e Torres.

Pelo mapa de leitos do governo do Estado, a ocupação era de 87%, mas segundo Pierre Emerim, há uma demora na atualização desses dados e a taxa real é maior.  De acordo com ele, nesta manhã, todos os 16 leitos de UTI do Hospital de Tramandaí estavam ocupados.

O presidente da Amlinorte destacou ainda que os prefeitos da região estão buscando a abertura de mais vagas de terapia intensiva. Na próxima terça-feira (30), às 15h, haverá uma reunião para tratar do assunto com o governador Eduardo Leite.

“Estamos lutando por mais UTI’s, até acredito que vamos ter êxito, no entanto, se não houver conscientização coletiva, poderemos triplicar nossa capacidade que, ainda assim, será insuficiente. Não adianta conseguir um leito, por exemplo, se outros três precisarem a mais”, alertou Pierre Emerim.

Em nota, a Amlinorte pede que a população respeite as medidas sanitárias para evitar a propagação da doença. “Se desloque apenas em extrema necessidade e opte pelas alternativas de tele entrega. Respeite as medidas restritivas do Decreto Estadual e também do decreto de seu Município. Devemos reduzir ao máximo a circulação de pessoas nas ruas diariamente, evitando a propagação e contaminação com o coronavírus Covid-19”, diz o texto.

Leia também:

33% dos casos de coronavírus do Litoral foram confirmados nesta semana

COMPARTILHAR