Caçador de tempestades registra temporal em Torres

O Brasil é o líder em incidência de raios no mundo; veja as imagens incríveis do caçador de tempestades

As imagens incríveis capturadas pelo fotógrafo e caçador de tempestades Gabriel Zaparolli, registradas na noite dessa segunda-feira (27), mostram o momento em que raios iluminaram o céu de Torres. Zaparolli conta que as descargas elétricas iniciaram após a forte chuva que atingiu a região.

“Fiz essa captura na beira do Rio Mampituba, no bairro Salinas. Tudo começou quando chegou do nada uma chuvarada muito forte, porém sem relâmpagos. Fui lá, logo após a chuva e os primeiros relâmpagos. Saí correndo para a beira do rio e capturei esse momento incrível!” contou animado o caçador de tempestades.

De acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Brasil é o líder em incidência de raios no mundo, com cerca de 77,8 milhões de descargas para o solo a cada ano. Quanto ao número de mortes provocadas pelo fenômeno, o país ocupa a sétima posição mundial.

Em 2018, no dia 31 de outubro, o Rio Grande do Sul entrou para a história meteorológica mundial como o detentor do recorde de raio mais extenso já documentado no planeta. A descarga percorreu uma distância horizontal de cerca de 710 quilômetros, quase a distância entre Porto Alegre e Curitiba. O recorde foi oficializado neste ano, no dia 25 de junho pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma das agências da Organização das Nações Unidas.

COMPARTILHAR