Capão da Canoa tem seis pré-candidatos a prefeito

Quatro dos pré-candidatos já disputaram eleições e foram prefeitos ou vereadores do município; outros dois concorrerão pela primeira vez a um cargo eletivo

Pré-candidatos a prefeito de Capão da Canoa. Imagem: Litoral na Rede

O cenário da disputa pela Prefeitura de Capão da Canoa tem seis pré-candidatos. Os nomes devem ser confirmados em convenções partidárias previstas para ocorrer entre os dias 12 e 16 de setembro. Além do PDT e PTB, que têm se revezado na administração do município nas últimas décadas, os eleitores do município mais populoso do Litoral Norte, devem ter na urna eletrônica opções de outros partidos políticos: PSB, PSL, PT e Podemos.

O atual prefeito, Amauri Magnus Germano (PTB) tenta a reeleição e o terceiro mandato para o executivo municipal. O ex-prefeito, Valdomiro de Matos Novaski (PDT), voltou para a disputa. Em 2012, ambos eram candidatos, Valdomiro venceu Amauri com uma pequena diferença, obtendo 51,91% dos votos válidos.

Outros políticos conhecidos do eleitorado caponense também são pré-candidatos: Flávio Lara (PSB), vereador pelo quarto mandato e o mais votado em 2016, e o ex-vereador Pedro Dornelles (PT), que também atuou como secretário municipal de Cidadania.

Dois pré-candidatos são estreantes em eleições. A servidora pública aposentada, Miracy dos Santos (PSL), é a única mulher na disputa da majoritária. O empresário da construção civil, José Nazareno Martinelli (Podemos), mais conhecido como Naza, também será uma opção aos eleitores.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, Capão da Canoa tem 39.491 eleitores.

Veja quem são os  pré-candidatos em Capão da Canoa, em ordem alfabética

Amauri Magnus Germano (PTB)

Amauri Magnus Germano – PTB. Foto: divulgação

É servidor de carreira do município desde 1990, no cargo de fiscal. O pré-candidato petebista busca a reeleição e tentará ser eleito para o terceiro mandato como prefeito de Capão da Canoa.  Venceu as eleições majoritárias pela primeira vez em 2008. Em 2016, já filiado ao PTB, garantiu o retorno a Prefeitura.  Em 2004 foi eleito como vereados mais votado. Amauri está concluindo o curso de Direito na Unisc. A convenção do partido está marcada para 16 de setembro.

Flávio Alberto de Lara (PSB)

Flavio Lara – PSB. Foto: divulgação

O professor, técnico em contabilidade e corretor de imóveis está no quarto mandato como vereador de Capão da Canoa. Atuou no legislativo entre 2001 e 2008 e depois, de 2013 até hoje. Na última eleição foi o mais votado entre os candidatos a vereador do município. Em 1996 concorreu a prefeito e em 2008 a vice-prefeito da cidade. Também foi presidente do Diretório Acadêmico da Facos/Osório e atuou na direção de escolas municipais de Capão da Canoa e Xangri-lá. A convenção do PSB está prevista para este sábado, dia 12 de setembro.

José Nazareno Martinelli (Podemos)

José Nazareno Martinelli – Podemos. Foto: divulgação

O empresário do ramo da construção civil é o pré-candidato do Podemos à Prefeitura de Capão da Canoa. Conhecido como Naza, José Nazareno Martinelli é natural do município, tem 52 anos de idade, é casado e tem dois filhos.  Naza iniciou a carreira, junto com o pai, na construção de prédios. É a primeira vez que ele disputa uma eleição. A convenção do partido está marcada para 15 de setembro.

Miracy dos Santos (PSL)

Miracy dos Santos – PSL. Foto: divulgação

A servidora pública aposentada é graduada em Assistência e Segurança Prisional e especialista em Políticas e Gestão de Segurança Pública. Ela trabalhou no sistema penitenciário durante 25 anos. Ao longo da carreira, atuou em vários setores, inclusive na direção do almoxarifado da Susepe, dos presídios de São Gabriel, de São Francisco de Paula e Madre Pelletier, de Porto Alegre.  Aos 60 anos, a pré-candidata do PSL deverá concorrer pela primeira vez a um cargo eletivo.

Pedro Dornelles (PT)

Pedro Dorneles – PT. Foto: divulgação

O ex-vereador de Capão da Canoa disputará agora a eleição para prefeito.  O petista atuou no legislativo do município de 2009 a 2016.  Foi presidente do PT na cidade entre 2000 e 2004 e de 2017 a 2019. Também coordenou o Orçamento Participativo no Litoral Norte, de 2001 a 2003, na gestão Olívio Dutra. Em 2006 e 2007 foi secretário de Cidadania da Prefeitura. Atualmente trabalha como gestor na área de administração de condomínios.  A convecção do partido está prevista para o dia 13 de setembro.

Valdomiro de Matos Novaski (PDT)

Valdomiro Novaski – PDT. Foto: divulgação

O mestre de obras, de 65 anos, foi vice-prefeito de Capão da Canoa, entre os anos de 2005 e 2008, quando também assumiu a Secretaria de Obras. De 2013 a 2016 foi prefeito do município. Natural do município do Litoral Norte, o pedetista se criou vendendo puxa-puxa e jornal na infância. Já adulto, passou a trabalhar na construção civil, quando iniciou sua atividade política. A convenção para confirmar a candidatura de Valdomiro está prevista para 15 de setembro.

COMPARTILHAR