Centro de Atendimento Socioeducativo será construído em Osório

Case terá capacidade para atender até 60 adolescentes; o investimento será de cerca de R$ 21 milhões

Com capacidade para atender até 60 adolescentes, Case será sustentável, como telhado verde e aproveitamento de água da chuva

O governo do Estado autorizou o início das obras do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Osório, o primeiro do Litoral Norte. O investimento será de R$ 21.042.875,31. A  previsão para execução dos trabalhos é de 12 meses. De acordo com o governo, a nova unidade terá capacidade para atender até 60 adolescentes.

O Case será construído no loteamento Serramar, em um terreno de 31,8 mil metros quadrados, situado na ERS-030. Segundo o governo, o Centro terá 4,6 mil metros quadrados de área construída, com padrões sustentáveis, como telhado verde e reaproveitamento de água de chuva. O espaço terá ainda escola, oficinas, quadra de esportes, palco multiuso, salas para atendimentos da área da saúde, entre outros.

A ordem de início das obras ocorreu na Secretaria Estadual de Obras e Habitação (SOP). O contrato com a empresa Sial Construções Civis Ltda., de Curitiba, que venceu a licitação foi assinado nessa segunda-feira (11). O documento também foi assinado pela Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) e pela Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH)

O recurso é do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), parte do Programa de Oportunidades e Direitos (POD).

COMPARTILHAR