Ciclone causa estragos e deixa 85 mil clientes sem luz no Litoral Norte

Estação do Inmet em Tramandaí registrou rajadas de 95 Km/h na manhã desta quarta-feira

Osório. Foto: Lucas Filho

O ciclone extratropical segue atuando e o vento ganhou força entre a madrugada e a manhã desta quarta-feira (1º) no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Entre 7h e 8h, a estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia, em Tramandaí, registro rajadas de 95 Km/h.

No Parque Eólico de Palmares do Sul foram registradas rajadas de 118 km/h. O vento forte provocou prejuízos em toda a região, com queda de árvores postes, destelhamento de casas, edifícios e de prédios públicos.

De acordo com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), quase 85 mil clientes da empresa estavam sem fornecimento de energia. O vento causou problema em duas linhas de transmissão da região, uma entre Arroio do Sal e Capão Novo, e outra entre Atlântida Sul e Torres.

As equipes da CEEE estão trabalhando para tentar retomar o fornecimento, mas não há previsão para normalização do serviço.

Veja mais imagens do estragos na região

Osório. Foto: Lucas Filho
Osório. Foto: Lucas Filho
Capão da Canoa. Foto: Júlio Costa / Capão Denúncias
Capão da Canoa. Foto: Júlio Costa / Capão Denúncias
Capão da Canoa. Foto: Julio Costa / Capão Denúncias

Você registrou fotos e vídeos dos estragos do vento na sua cidade? Envie pra o Litoral na Rede pelo Whatsapp 51-99113-0101 e nos informe o seu nome e local do registro. 

Leia mais

Vento forte destelha mais de 60 casas em Capão da Canoa

Ventania arranca parte do telhado do Hospital de Tramandaí

Vídeo: meteorologista atualiza informações sobre o ciclone no Litoral Norte

 

COMPARTILHAR