Construção de usina termelétrica deve gerar mais de 100 empregos no Litoral

A previsão é de que as obras comecem no segundo semestre de 2020

Uma usina similar à que será construída em Capivari do Sul já está em funcionamento em São Sepé. Foto: Creral

O município de Capivari do Sul está prestes a ser beneficiado com uma termelétrica. A construção da usina de geração de energia a partir da casca do arroz deve iniciar no segundo semestre de 2020 e durar até dois anos para conclusão. O investimento gira na casa dos R$ 50 milhões.

Segundo a Cooperativa Regional de Eletrificação Rural (Creral), a previsão é de que 100 vagas sejam criadas durante os trabalhos de construção da usina e de 20 postos a partir do momento em que o empreendimento passar a operar.

A expectativa é de que, a partir da sua operação, haja uma geração de seis megawatts (MW), o suficiente para o consumo de luz por uma população de 90 mil habitantes.

Funcionamento

A usina termelétrica terá como matéria-prima a casca de arroz, que será queimada para aquecer a caldeira, produzindo vapor para a turbina e movendo um gerador. A  energia elétrica deverá, então, ser lançada na rede local, contribuindo para a região.

Atualmente, a Creral distribui energia para 37 cidades nas regiões do Alto Uruguai, Altos de Cima da Serra e da Produção. Em dezembro do ano passado, inaugurou uma usina termelétrica em em São Sepé.

COMPARTILHAR