Corsan automatiza controle de qualidade de água em Tramandaí

Segundo a companhia, investimento foi de R$ 1,4 milhão

Sistemas autotomizados entraram em funcionamento na Estação de Tratamento de Água de Tramandaí. Foto: João Paulo Flores / Corsan

A Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) colocou em operação o sistema de tecnologias e metodologias inteligentes (ETA 4.0) na Estação de Tratamento de Água de Tramandaí. A automatização do controle da qualidade da água entrou em funcionamento na última quinta-feira (25).

A empresa informou que foram instalados quatro sistemas para monitorar e controlar os parâmetros operacionais, realizando as dosagens necessárias dos produtos químicos na água.  O investimento é de R$ 1,4 milhão.

Antes da automatização, os funcionários da Corsan realizavam mais de 250 análises químicas por dia na ETA de Tramandaí para ajustar as dosagens de produtos químicos para controlar 39 parâmetros de qualidade da água. Agora, todo este trabalho é feito pelo sistema digital.

O diretor-presidente da Corsan, Roberto Barbuti, disse que “trata-se do início de um novo momento, onde esta inovação vai significar uma operação com mais segurança além da redução de custos”. Já o diretor Comercial, de Inovação e Relacionamento, Jean Bordin, informou que o investimento terá retorno na economia de energia elétrica, produtos químicos e de pessoal.

O superintendente regional da empresa no Litoral Norte, Ronaldo Rodrigues Dengo, e técnicos que participam do projeto também participaram de um ato simbólico que marcou o início da operação do sistema. A estatal informou que a mesma tecnologia será implantada, ainda neste ano, em outras seis estações de tratamento de água no interior do Rio Grande do Sul.

COMPARTILHAR