Criminoso foragido há três anos é preso com armas, munições e drogas no Litoral 

Integrante de facção criminosa é investigado por matar jovem e balear a mãe em Xangri-Lá

A Polícia Civil descobriu em Maquiné, no Litoral Norte, o esconderijo de um criminoso que estava foragido desde 2017. O bandido tem três mandados de prisão preventiva decretados por envolvimento em crimes de homicídio e tráfico de drogas em Alvorada, na Grande Porto Alegre. Ele também é apontado como um do autores de um homicídio e de uma tentativa de homicídio em Xangri-Lá.

Na casa onde o traficante se escondeu nos últimos meses, os policiais apreenderam duas armas de fogo. Segundo a Polícia, as pistolas calibre 40, de uso restrito, e 380, com numeração raspada, foram usadas no crime do dia 6 de outubro em Xangri-Lá. Um jovem de 20 anos morreu e a sua mãe foi ferida com quatro disparos no bairro Rainha do Mar.

Também foram apreendidos 4 kg de maconha e 220 munições de diversos calibres:  40, 380, 9mm e 38. A Polícia encontrou ainda dois coletes balísticos, um giroflex, cinco camisetas e quatro máscaras da Polícia Civil, um automóvel e cinco telefones celulares.

De acordo com a equipe de investigação da Delegacia de Xangri-Lá, o preso, de 26 anos, é integrante de facção criminosa que domina o tráfico na Vila Figueirinha e apontado como um dos articuladores da distribuição da droga nessa região.

A ação que resultou na prisão do foragido foi coordenada pelos delegados Roland Short, de Xangri-Lá, e Edimar Machado, da Delegacia de Homicídios de Alvorada. Além dele, os agentes prenderam uma mulher de 26 anos, que estava na casa, pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas.

COMPARTILHAR