DAER fará inspeção na ponte entre Tramandaí e Imbé

Imagens mostram problemas na estrutura, mas DAER diz que não há risco

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER-RS) fará, ainda no mês de agosto, uma inspeção na estrutura da ponte Giuseppe Garibaldi, que liga os municípios de Tramandaí e Imbé. A assessoria de imprensa informou ao Litoral na Rede que este trabalho de vistoria já estava programado e que não está ligado à divulgação de fotos na internet, que mostram problemas na sustentação da ponte.

As fotos compartilhadas em redes sociais e grupos de Whatsapp mostram vigas de sustentação desgastadas e apoiadas por escoras de madeira e barras de ferro e geraram preocupação entre moradores e visitantes do Litoral Norte. O vereadores Elton Kieser e Vilmar Monteiro, de Imbé, foram de barco verificar a situação da ponte, nesta sexta-feira (04) e confirmaram que a situação é precária. Segundo Kieser, a parte mais deteriorada é embaixo da ponte dupla, no sentido Tramandaí- Imbé. “A gente não é técnico para fazer uma avaliação minuciosa, mas a olho nu é bastante preocupante”, disse o vereador. ” Há escoras próximo à cabeceira da ponte, por onde passam muito veículos, inclusive caminhões”, complementou.

Fotos: Gustavo Sala / Gabinete vereador Elton Kieser

Os dois vereadores pretendem mobilizar outros legisladores e as Prefeituras de Tramandaí e Imbé para solicitar providências ao DAER, em Osório e Porto Alegre. De acordo com o DAER,  a ponte possui algumas escoras e, em função desta situação, há alguns anos, parte dela está restrita ao tráfego de veículos de até 24 toneladas.

Em nota, o Departamento garante que, respeitado este limite de peso, não há qualquer risco em relação à ponte. A última inspeção na Giuseppe Garibaldi foi realizada no final de 2016, antes da alta temporada. O DAER informou ainda que realiza estudos para um projeto de manutenção da estrutura sobre o Rio Tramandaí. “A demora com o processo administrativo e burocracia para realizar um conserto da ponte torna a situação ainda mais preocupante”, alertou o vereador Elton Kieser.

Veja a nota do DAER sobre a ponte

“Segundo a Superintendência de Obras de Arte Especiais do Daer (setor responsável por pontes e viadutos), a ponte onde há essas escoras está com restrição de tráfego para veículos com peso bruto de até 24 toneladas. Portanto, nas atuais condições, não representa riscos dentro desse limite.

No momento, o Daer estuda uma solução para a estrutura: pode ser um reforço como o já realizado nas outras duas pontes conjuntas ou substituir as vigas.

O Daer tem monitorado constantemente as condições das mais de 800 pontes e viadutos de sua jurisdição, através de um programa de vistorias rotineiras. Ainda este mês, a ponte Giuseppe Garibaldi deve passar por uma nova inspeção.”

COMPARTILHAR