Dois mil litros de combustível são retirados de barco encalhado

Operação foi acompanhada pelo Ibama e pela Marinha do Brasil, em Cidreira

Combustível foi retirado de barco que encalhou em Cidreira. Foto: Marinha do Brasil

As equipes que trabalham na operação de desencalhe de um barco pesqueiro em Cidreira deram um passo importante para evitar danos ambientais devido ao acidente que ocorreu na última quarta-feira (27). Na manhã deste sábado (30), foram retirados 2 mil litros de combustível que estavam na embarcação.

A Agência da Capitania dos Portos de Tramandaí, da Marinha do Brasil, e o Ibama acompanham o trabalho. O capitão-de-coverta Darcy Dalbon informou ao Litoral na Rede que o trabalho para retirada do combustível foi concluída com sucesso. “Não teve vazamento nenhum, nenhum dano ambiental”, destacou o oficial da Marinha.

Após esta etapa, a expectativa é de que o pesqueiro possa ser retirado da água. Segundo a Marinha, a remoção poderá ocorrer neste domingo (1º). O barco teve o casco danificado ao encalhar em um banco de areia.

A embarcação encalhou perto da Plataforma Marítima de Cidreira, na praia de Salinas na madrugada da última quarta-feira. O dono e o mestre do barco foram autuados pela Patrulha Ambiental da Brigada Militar por pesca ilegal.

Após o acidente, a Patram, a Marinha do Brasil e do Ibama realizaram um operação contra pesca de arrasto no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Seis barcos foram flagrados pescando em áreas proibidas.

COMPARTILHAR