“Eu pulei pra trás da moto porque vi que ele não ia parar”, diz PM atropelado por criminoso em Tramandaí

O Litoral na Rede conversou com exclusividade com o policial; uma câmera de segurança registrou o momento em que o foragido jogou o carro em direção ao militar

Bandido em fuga atropelou policial militar em Tramandaí. Foto: Reprodução

As imagens de uma câmera de segurança registraram um foragido em fuga jogando o carro que dirigia em direção a um policial motociclista da Brigada Militar (BM) em Tramandaí. Apesar do forte impacto, o PM escapou praticamente ileso do atropelamento. A perseguição ocorreu na tarde de quinta-feira (13). O soldado Vinícius Santos Valdovino conversou com exclusividade com a equipe do Litoral na Rede na sede da corporação em Imbé.

“No momento que ele empregou pra cima de mim, a primeira coisa que eu  pensei foi me resguardar atrás da moto. Eu pulei pra trás da moto pra me resguardar porque eu vi que ele não ia parar. Em vez de parar, ele acelerou na minha direção”, contou.

O soldado que integra o 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) no Vale do Sinos e outros dois colegas motociclistas saíram de Imbé após receber o alerta sobre a perseguição que havia começado na praia de Oásis em Tramandaí. Eles estavam bloqueando a Ponte Giusseppe Garibaldi quando o PM foi atropelado.

Os soldados Cristian Correa Severino (1º RPMon de Santa Maria) e Paulo Cornalewski (3º BPM) bloquearam as duas pistas da travessia no sentido Tramandaí-Imbé com auxílio de um caminhão. Já o soldado Valdovino estava posicionado com a moto na saída da Rua David Canabarro para a Avenida Fernandes Bastos, entre a Câmara de Vereadores e o Rio Tramandaí.

O PM avalia que se não tivesse usado a moto como proteção, a situação poderia ter sido mais grave. “Eu sabia que se ele batesse, no mínimo, eu ia perder o pé. Então eu pulei pra trás da moto”, contou ao Litoral na Rede.

Veja o vídeo

O policial também afirma que o motorista do carro teve a intenção de atingi-lo. “Acelerou em minha direção. Se ele não quisesse bater em mim, teria espaço para ele passar. Se ele quisesse seguir na mesma trajetória que ele vinha, ele teria passado por mim e não teria pego, mas em vez disso, ele torceu (o carro) para o meu lado”, disse.

O brigadiano teve apenas algumas escoriações no cotovelo esquerdo e no dia seguinte retomou as atividades no policiamento na cidade de Imbé junto com os colegas. Logo depois de atingir o PM, o foragido bateu em outra moto e, na sequência, atingiu quatro automóveis na Avenida Fernandes Bastos e foi preso pela BM.

O soldado Valdovino entre os outros PMs que bloquearam a ponte durante a perseguição. Foto: Litoral na Rede

Apesar dos danos materiais e do pânico em pleno Centro de Tramandaí não houve feridos. “A gente buscava que ele fosse preso com o mínimo de estrago possível. Como não houve pessoas lesionadas, foi isso que aconteceu”, salientou o soldado Valdovino.

Comando homenageou policiais envolvidos na perseguição

Policias que participaram da perseguição em Tramandaí foram homenageados pelo Comando do 2º BPAT. Foto: Brigada Militar

Os policiais envolvidos na perseguição e prisão do foragido em Tramandaí na última quinta-feira (13) foram homenageados pelo comando do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPAT). Participaram da ação os policiais militares: tenente Adailton, sargento Ballejos, os soldados Gilson, Duarte, Ramos, Fagundes, Fernanda, Mendes, Bruno, Capellari, Franciele, Tiago Lemes, Soares, Anderson, Jader, Machado, Steinmetz e Boesch.

A solenidade ocorreu na sede do BPAT em Capão da Canoa. O comandante do Batalhão, tenente-coronel Claudiomir Souza de Oliveira, destacou “o alto preparo técnico policial, elevado senso de responsabilidade, conhecimento da missão, capacidade de raciocínio rápido, dedicação, astúcia, iniciativa e entusiasmo com a profissão” da equipe envolvida.

Na cerimônia de homenagem, os PMs se emocionaram com as palavras do tenente Adailton que relembrou os momentos de tensão: “emocionante pois estamos vivos, depois das loucuras que o preso fez que poderia ter matado qualquer um de nós ou da população”.

Leia mais notícias do Litoral Norte.

Para receber as notícias do Litoral na Rede no seu WhatsApp, envie seu nome, seu município e #notícias para 51-99113-0101.

COMPARTILHAR