Força-tarefa apreende 1,5 tonelada de alimentos em Tramandaí e Balneário Pinhal

Segundo a Polícia Civil, produtos são impróprios para consumo humano

A Força-tarefa de Segurança Alimentar apreendeu 1,5 toneladas de alimentos impróprios para consumo humano em ações realizadas nessa segunda-feira (04) e terça-feira (05) em Tramandaí e Balneário Pinhal. Durante a fiscalização um homem foi preso em flagrante por crime contra as relação de consumo.

Nos dois dias, as equipes fiscalizaram oito restaurantes e mercados nos dois municípios do Litoral Norte. Segundo o delegado Joel Wagner, titular da Delegacia de Proteção ao Consumidor do DEIC, os estabelecimentos fiscalizados expunham à venda produtos sem procedência, gêneros alimentícios com prazo de validade vencido e carnes e pescados indevidamente refrigerados.

“Em um dos locais vistoriados, na cidade de Tramandaí, foram encontrados 970 quilos de carne com características organolépticas alteradas (cor, odor e textura), resultando na prisão de em flagrante de um homem de 45 anos em decorrência da prática de crime contra as relações de consumo, cuja pena máxima é de até cinco anos de detenção”, informou o delegado.

A Polícia Civil não informou os nomes dos estabelecimentos onde ocorreu a fiscalização. A Força-tarefa é composta por policiais da Decon, agentes do Ministério Público Estadual, da Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária, Vigilâncias Sanitárias Estadual e Municipais, ProconRS e pela Patram (BM).

COMPARTILHAR