Imbé recebe atividades gratuitas de conscientização sobre o câncer neste sábado

Na programação, conhecimento, atividade física e muita diversão na beira da praia

A programação foi desenvolvida pela ABAMI em anos anteriores em parceria com o Instituto da Mama do Rio Grande do Sul. Foto: Divulgação/ABAMI

O Dia Mundial do Câncer, celebrado em 04 de fevereiro, será contemplado neste sábado (08) em Imbé com uma série de atividades especiais. A programação é gratuita, acontece durante os turnos da manhã e da tarde no Harmonia Praia Clube, localizado no Balneário Harmonia.

Pilates, yoga, palestra de conscientização sobre lixo e uma força-tarefa para a coleta de resíduos descartados irregularmente fazem parte do evento.

A iniciativa é promovida pela Associação Beneficente Amigas da Mama do Litoral (ABAMI) e conta com o apoio da Eco Imbé, do Time de Câmbio Amigos de Imbé e do Harmonia Praia Clube. O objetivo é demonstrar que todas as pessoas, de forma individual ou coletiva, podem contribuir para diminuir o impacto do câncer no mundo.

“Falar de saúde também é evitar que as pessoas fiquem doentes e não apenas tratar depois que se está doente. Conhecimento é poder”, ressalta a presidente da ABAMI, Daiana Gonzalez Esquici Godoy.

“A prevenção é a grande chave para o combate ao câncer e nesse dia nos focamos em passar essa mensagem através de palestras e incentivo à atividade física, a qual ajuda a reduzir a probabilidade de desenvolver câncer”, acrescenta Daiana.

Confira a programação:

  • 9h: Pilates com a professora Amanda;
  • 10h15min / 10h30min: Jogo de Câmbio com Rejane e grupo;
  • 12h: Almoço (Livre);
  • 12h45min: Abertura Oficial com um discurso da presidente da ABAMI sobre o significado de comemoração da data;
  • 13h15min / 13h30min: Palestra sobre Lixo com a Eco Imbé;
  • 14h30min / 15hmin: Yoga com o professor Rafael e Jogo de Câmbio com Rejane e grupo;
  • 16h: Coleta de resíduos com a Eco Imbé;
  • 17h: Encerramento.
A programação foi desenvolvida pela ABAMI em anos anteriores em parceria com o Instituto da Mama do Rio Grande do Sul. Foto: Divulgação/ABAMI
COMPARTILHAR