Litoral Norte segue na bandeira vermelha pela 11ª semana consecutiva

Dos seus quatro indicadores regionais, o Litoral Norte alcançou a classificação de risco máximo (bandeira preta) em dois deles

Mapa definitivo da 38ª semana do Distanciamento Controlado

O Litoral Norte pela 11ª semana consecutiva foi classificado com a bandeira vermelha, que indica risco alto para a Covid-19. O mapa definitivo da 38ª semana do Distanciamento Controlado, foi divulgado nesta segunda-feira (25), pelo governo do Estado.

Além do Litoral Norte, outras 16 regiões também foram classificadas com a bandeira vermelha e outras quatro ficaram com a de cor laranja, de risco médio. A vigência das novas bandeiras será de 26 de janeiro a 1° de fevereiro.

De acordo com o governo, o Litoral Norte dos seus quatro indicadores regionais, alcançou classificação de risco máximo (bandeira preta) em dois deles. É o caso do número de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes e da projeção de óbitos.

Na região, houve aumento nos registros de hospitalizações para Covid-19 nos últimos 7 dias, que passaram de 40 para 43 registros nesta semana, variação de 8%. Com o registro de 19 óbitos nos últimos sete dias, houve redução (variação de -14%) em relação aos registrados na semana anterior (22 óbitos).

No caso do indicador de Ativos sobre Recuperados, a região registrou 854 ativos para 5.332 recuperados. Com isso, a razão entre as duas variáveis ficou em 0.16, uma estabilidade em comparação a mensuração anterior, também em 0.16.

O governo destaca que a quantidade de novas hospitalizações em proporção da população é bastante elevada no Litoral Norte, refletindo na bandeira preta para o indicador de incidência na região.

Cogestão

Das 21 regiões Covid, 18 estão em cogestão, entre elas o Litoral Norte, ou seja, podem adotar protocolos próprios, elaborados pelas respectivas associações regionais.

COMPARTILHAR