Litoral Norte tem recorde de casos ativos e hospitalizações por Covid

Região também teve o maior número de diagnósticos, em 24 horas, desde o início da pandemia

Imagem ilustrativa

O Litoral Norte do Rio Grande do Sul atingiu, nesta quarta-feira (24), três recordes negativos referentes à pandemia do coronavírus. Um deles é o de casos registrados em um único dia: 413.  O número de pessoas hospitalizadas por causa da Covid-19 e a quantidade de casos ativos também são os maiores desde o início da pandemia.

Conforme o COE, há 166 moradores da região hospitalizados, com confirmação ou suspeita de Covid-19.A situação permanece crítica nos hospitais.

São 77 leitos clínicos para Covid-19 e 84 pacientes internados. Uma taxa de 109,1%.  Em Osório, Santo Antônio da Patrulha, Torres e Tramandaí as instituições operam acima da capacidade.  Já na unidades de terapia intensiva (UTIs), a taxa de ocupação é de 93,5%, com apenas quatro dos 62 leitos desocupados.

Os casos ativos são 2.639 e incluem pessoas que estão em tratamento ou isolamento para não transmitir o vírus. O crescimento foi de 162% em menos duas semanas. No dia 11 de fevereiro, a região tinha 1.006 pacientes com a doença ativa.

Nesta quarta-feira também foram notificados quatro novos óbitos relacionados ao coronavírus. Os pacientes que faleceram eram de Capão da Canoa, Imbé, Mostardas e Santo Antônio da Patrulha. Com isso, a região acumula 535 mortes por causa da doença.

Hoje, o Litoral Norte chegou a marca de 30.756 casos confirmados de contaminação pelo coronavírus. Desse total, 27.582 pessoas se recuperaram, o que representa 89,6%.

COMPARTILHAR