Litoral recebe novas remessas de vacinas Pfizer e AstraZeneca

Butantan entregou novo lote da CoronaVac ao Ministério da Saúde; data de distribuição aos estados não foi confirmada

Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini / Arquivo

O Litoral Norte do Rio Grande do Sul recebe, nesta sexta-feira (11), 15.678 doses de vacinas contra a Covid-19. São 10.080 da AstraZeneca / Fiocruz e 5.598 da Pfizer. Em relação à CoronaVac, o Instituto Butatan entregou um novo lote ao Ministério da Saúde, mas até o fim da manhã, não havia confirmação de data para envio aos estados (veja abaixo).

O novo lote de AstraZeneca para a região tem 10.080 doses, sendo 6.735 para a primeira aplicação e 3.345 para a segunda. Em relação ao imunizante da Pfizer são 5.598 doses, todas para primeira aplicação.

Conforme projeção da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), esse novo lote deve garantir a primeira dose para  o avanço dos grupos prioritários e a vacinação das pessoas, sem comorbidades, de 58 e 59 anos.

Para primeiras doses, Tramandaí receberá 1.806, e Osório, 1.624.  Torres terá mais 1.312 e Santo Antônio da Patrulha, 1.297. Capão terá reforça de 965 doses e Imbé de 727.

Veja a distribuição da nova remessa de vacinas para primeira dose

Tabela: 18ª CRS

CoronaVac

Apenas nas cidades de Tramandaí e Imbé, aproximadamente 4 mil pessoas estão com a segunda dose atrasada da CoronaVac. Segundo a Prefeitura de Imbé, no município faltam 2.200 doses. Em Tramandaí, a falta da vacina do Instituto Butantan atrasa a conclusão da imunização de 1.700 pessoas.

Conforme a Vigilância em Saúde de Tramandaí, o atraso atinge principalmente idosos. Alguns deles deveriam ter recebido a segunda dose da CoronaVac no fim do mês de abril.

Nesta sexta-feira (11), o Instituto Butantan entregou ao Ministério da Saúde um lote de 800 mil doses da CoronaVac. Essa remessa é parte das 5 milhões de doses previstas para serem liberadas ao longo do mês de junho para o Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O novo lote está sendo produzido a partir dos 3 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) recebidos no último dia 5 de maio. As doses entregues hoje contemplam o segundo contrato firmado com o governo federal para a entrega de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi cumprido em meados de maio.

Até o fechamento desta reportagem, não havia confirmação da data do envio dessas doses da CoronaVac aos estado e nem a quantidade destinada a cada unidade da federação.

COMPARTILHAR