“Minha mãe só chora”, diz irmã de jovem que sumiu em Tramandaí

A transexual Isabely Prado, de 23 anos, está desaparecida deste a noite da última quinta-feira

Mais um caso desaparecimento desafia a Polícia do Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A transexual Isabely Prado, de 23 anos, sumiu entre a noite da última quinta-feira (14) e a madrugada de sexta-feira (15). Os familiares estão mobilizados em buscas de qualquer informação sobre o paradeiro da jovem.

Isabely é o nome social de Alisson Rodrigues da Silveira. Ela mora no balneário Oásis Sul. Segundo a irmã, Litiele Rodrigues da Silveira, que estava com a jovem na noite do desaparecimento, a última vez que a viu foi na esquina da Avenida Fernandes Bastos coma Rua Tristão Monteiro.

Litiele disse ao Litoral na Rede que Isabely não tinha motivos para desaparecer e é bastante ligada à família. “Minha mãe está desespera. Minha mãe só chora”, disse a irmã.

Uma ocorrência policial foi registrada na Delegacia de Tramandaí. O delegado Paulo Perez informou ao Litoral na Rede que o desaparecimento está sendo apurado, mas não deu mais detalhes sobre a investigação.

Qualquer informações sobre o paradeiro da jovem deve ser encaminhada à Polícia Civil, pelo telefone 197, à Brigada Militar, pelo número 190, ou diretamente para a família, pelo telefone/Whatsapp 51-99757-2440.

Outro caso que desafia a Polícia da região é o desaparecimento do engenheiro civil Alexandre de Oliveira Brito, de 58 anos, em Imbé. Ele foi visto pela última vez por uma vizinha quando saia de casa na Avenida Garibaldi no dia 09 de novembro.

COMPARTILHAR