Mobilização da comunidade garante reforma do telhado do Hospital de Tramandaí

Após destelhamento com o ciclone bomba, doações totalizaram R$ 30 mil; prefeituras de Tramandaí e Imbé ficaram responsáveis pela mão de obra

Mobilização garantiu o conserto do telhado do Hospital de Tramandaí em quatro dias. Foto: Prefeitura de Imbé

O vento de quase 100 Km/h registrado na madrugada da última quarta-feira (1º) em Tramandaí arrancou aproximadamente 300 metros quadrados do telhado do Hospital do Município. Apesar do estrago, a mobilização da comunidade e do poder público garantiu a reconstrução da cobertura em apenas quatro dias.

Nesse fim de semana, o espaço que havia ficado descoberto voltou a receber pacientes. Na área que precisou ser desativada por causa do vendaval funcionam 10 leitos de internação. Seis pacientes estavam no local quando houve o destelhamento, mas foram retirados rapidamente pelos profissionais.

Na manhã do dia do ciclone bomba, as equipes das Prefeituras de Imbé e Tramandaí iniciaram a limpeza da área e a avaliação dos estragos. A partir daí, o gerente administrativo do HT, Luis Genaro Figoli, iniciou uma mobilização nas redes sociais, solicitando o apoio da sociedade.

Ventania arrancou aproximadamente 300 metros quadrados de telhas do Hospital. Foto: FHGV / Arquivo

“Foi uma mobilização fantástica, que em menos de um dia, permitiu a arrecadação de materiais de construção e dos recursos suficientes para o conserto. Uma parte do estrago foi consertada na quarta-feira mesmo”, destacou Luis Genaro.

As doações somaram aproximadamente R$ 30 mil em materiais de construção e em dinheiro. A mão de obra ficou sob a responsabilidade das prefeituras de Imbé e Tramandaí.

O gerente de atenção à saúde do HT, Luis Afonso Bataglin, lembra também que as equipes do setor de manutenção do HT colaboraram muito no processo de reconstrução do telhado. “E destaco a sensibilização da comunidade e dos gestores públicos municipais de Imbé e Tramandaí”, disse.

Equipes das Prefeituras de Tramandaí e Imbé trabalharam na reposição do telhado. Foto: FHGV

Além da mão de obra, a Prefeitura de Tramandaí forneceu ainda máquina retroescavadeira para auxiliar no processo de limpeza da área externa do hospital que estava com restos de telhas e de madeiras danificadas por causa do temporal.

* Com informações da FHGV

COMPARTILHAR