Motos apreendidas com traficantes viram viaturas da PRF no RS

Veículos de alta potencia usados para transportar 159 kg de cocaína agora são empregados no combate ao crime nas rodovias

Três motos apreendidas com traficantes foram incorporadas à frota da PRF no RS. Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) conta com mais três motocicletas em sua frota de viaturas. Elas foram apreendidas com cocaína no ano passado e destinadas pela justiça para uso policial. Os veículos estão sendo empregados, desde o último domingo (20), no combate ao crime nas rodovias do Rio Grande do Sul.

Em junho de 2020, a PRF apreendeu 159 kg de cocaína em três motos de alta cilindrada abordadas na BR 386, em Sarandi, no Norte do Estado. A apreensão gerou um prejuízo superior a 20 milhões de reais para os criminosos.

As motocicletas, semelhantes as já utilizadas pela PRF, são da marca BMW, sendo duas com 1.200 cilindradas e uma com 800. Somando, o valor de mercado delas é de aproximadamente 200 mil reais.

Valendo-se da legislação que permite a destinação dos veículos apreendidos utilizados pelo tráfico de drogas, a PRF solicitou as motocicletas para o poder judiciário, já que seriam três veículos de qualidade incorporados à sua frota com um custo baixo, somente o valor necessário para adesivá-las e equipá-las.

Assim, menos de um ano depois da apreensão, as três motocicletas que serviam para as organizações criminosas já estão prontas para auxiliar os policiais a combater o crime e promover segurança à população.

Veja o vídeo

Quer receber as notícias do Litoral na Rede no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo.

Siga o Litoral na Rede no Instagram. 

Leia mais notícias do Litoral Norte.

COMPARTILHAR