Nossa Senhora dos Navegantes

Por Vera Renner, blogueira do Litoral na Rede

O mar cintila havendo mais ou menos luz sendo que a maior certeza é que em suas ondas navega eternamente aquela Santa, denominada de Nossa Senhora dos Navegantes. Ela sim é a verdadeira Estrela dos Mares, protetora dos navegantes e viajantes, os de perto e os de longe, os de pequeno ou os de maior calado. Todos estão entrincheirados na sua cauda de proteção sendo ela sempre o melhor caminho por entre desvios inusitados, ondas gigantes, maré reversa, nuvens de chumbo e o que mais se aproveite a natureza de brincar com os humanos.

A tripulação de todas as latitudes se põe em reza intensa ao adentrar o mar bravio ou nem tanto, porque o mar e a natureza que o lidera são traiçoeiros, não querendo ofender nosso amado Oceano. Este Senhor de onde vêm tanta alegria e esperança, principalmente uma vez que o ar perdido, toda a manhã alcançando o horizonte, cura todas feridas, ou simplesmente, dá uma trégua no sofrimento, o que já é muito.

Quem se joga ao mar em busca do seu sustento ou de simplesmente aventurar tem em mente a oração certeira para chegar a um porto seguro. Ao entrar em água rebelde melhor se acautelar e ter em mãos todos os santinhos protetores porque desde muito tempo atrás os que singravam os mares pelo anseio de desbravar se agarravam em prece a Nossa Senhora dos Navegantes, altaneira e serena, mas tão forte em seu coração que emanava proteção a quem lhe ofertava todas as preces.

Para o praieiro da gema, o morador ou veranistas de varias castas, a homenagem a Nossa Senhora dos Navegantes prima pelo sentimento de fé enraizada nos amantes da orla do litoral norte, confirmando o que milhares de anos atrás os aventureiros de todos os mares iniciaram. Amém.

COMPARTILHAR