Patram faz nova ofensiva contra a pesca no período da piracema

Policiais ambientais apreenderam e inutilizaram 16 mil metros de redes

A Patrulha Ambiental (Patram) da Brigada Militar realizou mais uma operação para coibir a pesca ilegal durante o período de reprodução dos peixes, a piracema. O trabalho foi realizado com embarcações em lagoas dos municípios de Palmares do Sul, Mostardas e Viamão e resultou na apreensão de 16 mil metros de redes.

A operação foi deflagrada nessa sexta-feira (29) e nesse sábado (30). Nas Lagoas do Casamento e dos Patos os policiais ambientais recolheram as redes. Os responsáveis pela pesca ilegal, no entanto, não foram localizados nem identificados.

Segundo a Patram, mais de 500 peixes de diversas espécies, como bagres, pintados, traíras e violas foram devolvidos ao habitat natural. As redes recolhidas foram inutilizadas e descartadas no aterro sanitário de Tramandaí.

Leia também: 

Patram faz novas apreensões devido à pesca ilegal durante a piracema

Batalhão Ambiental apreende 1,7 mil metros de redes no Litoral Norte

COMPARTILHAR