Polícia Civil fiscaliza quase 60 estabelecimentos em Imbé

Operação teve como objetivo evitar a venda de bebidas alcóolicas para menores

Operação foi realizada no Guia Corrente, em Mariluz e Albatroz. Foto: Jorge Felipe / Polícia Civil

A Polícia Civil realizou na noite dessa sexta-feira (08) uma ação de fiscalização para coibir a venda de bebidas alcóolicas para crianças e adolescentes em Imbé. O trabalho foi realizado no Guia Corrente, junto a Barra do Rio Tramandaí, e também nos balneários Mariluz e Albatroz.

Durante a ação, diversos estabelecimentos foram notificados sobre a proibição de vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, à criança ou adolescente, bebida alcóolica ou outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica.

A ação teve a participação do Conselho Tutelar, Fiscalização Tributária e Guarda Municipal de Imbé. Ao todo 59 estabelecimentos foram notificados, sendo 25 na barra de Imbé, 25 em Mariluz e nove em Albatroz.

O Artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente prevê pena de de dois a quatro anos de detenção e multa para quem  “vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica”.

Polícia e Conselho Tutelar orientaram comerciantes. Foto: Jorge Felipe /Polícia Civil

O delegado de Imbé, Antônio Carlos Ractz Jr., que coordenou a operação informou ao Litoral na Rede que não foram constatadas irregularidades e que a ação atingiu seu objetivo de prevenir esta prática ilícita.

“Notificamos todos os concessionários de quiosques sobre a vedação legal da venda de bebida alcóolica para crianças e adolescentes. Foi também uma ação visando evitar a aglomeração de pessoas, sobretudo preventiva e de conscientização”, afirmou Ractz.

COMPARTILHAR