Polícia prende em Arroio do Sal uma mulher que abusava dos filhos e um homem da sobrinha

Ambos tiveram a prisão decretada pela Justiça informou o delegado

Imagem meramente ilustrativa

A Policia Civil (PC) prendeu uma mulher e um homem, acusados de estupro de vulnerável em Arroio do Sal. Os casos não tem relação e as prisões ocorreram nessa semana, no município. De acordo com o delegado Adriano Koehler Pinto, ambos tiveram a prisão decretada pela Justiça.

O delegado informou que a mulher foi presa na quarta-feira (15), na casa de parentes, tem antecedentes criminais por calúnia e é natural de Porto Alegre. Ela é mãe de três filhos, um com 1 ano de idade, o outro com dois e o terceiro com 12 anos. “Ela abusava sexualmente dos próprios filhos, filmava e fotografava os abusos. As imagens eram divulgadas em troca de dinheiro ou vantagem econômica” relatou.

Pinto afirmou ainda que a situação é estarrecedora. “O filho de dois anos é autista. Neste caso, revelou desproporcional gravidade, uma vez que restou demonstrada negociação para que a criança permanecesse em poder de terceiro para que o mesmo abusasse, em troca de dinheiro”.

Segundo o delegado, o conhecimento dos em razão de uma familiar desconfiar do comportamento estranho de uma das crianças e buscar auxilio entregando o smartphone pertencente a acusada. “A prisão ocorreu no Balneário Rondinha, em Arroio do Sal. A mulher foi encaminhada ao sistema prisional e os filhos estão sob a guarda provisória de parentes” informou.

Tio

Na quinta-feira (16), os policiais civis prenderam o homem, suspeito de estuprar a própria sobrinha de 9 anos de idade. O delegado Adriano Koehler Pinto, informou que o homem tem 29 anos e não tem antecedentes criminais.

Pinto relatou que o crime teria ocorrido em dezembro, em Caxias do Sul. “A prisão ocorreu no Balneário Sereia do Mar e o detido foi recolhido ao sistema prisional, ficando à disposição da justiça” informou o delegado.

COMPARTILHAR