PRF usará drones para monitorar a Free Way

Equipamentos não serão utilizados para aplicar multas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciou que reforçará a partir deste mês de novembro a fiscalização na BR-290, a Free Way, entre Porto Alegre e o Litoral Norte. A novidade será o uso de drones para monitorar a rodovia. As medidas são adotadas devido ao aumento do tráfego na estrada com a proximidade do verão.

O chefe de comunicação social da PRF-RS, inspetor Alessandro Castro, explicou ao Litoral na Rede que os drones não serão usados para aplicar multas, mas que irregularidades serão informadas aos policiais na rodovia para que verifiquem possíveis infrações.

“O drone é para orientação e não para multar. A observação de uma infração através do aparelho será similar ao uso das câmeras da rodovia que eram usadas pela concessionária. Ao observar uma infração, o policial orienta o monitoramento e a abordagem do veículo infrator”, esclareceu o inspetor Alessandro Castro.

A PRF promete atuar em diferentes pontos da Free Way com radar fotográfico e medidor portátil de velocidade. Além disso, serão priorizadas ações para coibir o tráfego pelo acostamento, com apoio dos drones, e a fiscalização de excesso de peso em veículos de carga, com auxílio de uma balança móvel.

No último fim de semana, quase 400 veículos foram flagrados transitando ou ultrapassando pelo acostamento na Free Way. Nessa quarta-feira (07), os policiais flagraram mais de 25 toneladas de excesso de peso em caminhões no trecho de Gravataí.

A PRF informou que o reforço no policiamento será mantido até o término da temporada de verão para garantir a fluidez da rodovia e a segurança dos usuários.

COMPARTILHAR