Tramandaí: patrimônio dos candidatos a prefeito e vice vai de zero a R$ 2,5 milhões

Saiba o que os postulantes ao executivo municipal declararam à Justiça Eleitoral

Foto Litoral na Rede / Arquivo

O patrimônio dos cinco candidatos a prefeito e cinco a vice-prefeito de Tramandaí varia de zero a R$ 2,5 milhões. As informações constam em dados públicos disponibilizados pela Justiça Eleitoral e informados pelos concorrentes a cargos eletivos no registro das candidaturas.

Entre os candidatos a prefeito do município, apenas Rodrigo Lemos, do Solidariedade não declarou nenhum patrimônio.  O atual prefeito e candidato à reeleição, Luiz Carlos Gauto, do Progressistas, informou patrimônio de R$ 833.533,23. Já o ex-prefeito Edegar Rapaki declarou bens que totalizam R$ 435.000,00.

O patrimônio informado por Custodia Bergues da Silva, do PTB, é de R$ 161.238,34. Enquanto Luciano Cherobini, do Podemos, declarou R$ 118.000,00.

Os maiores patrimônios entre os postulantes a um cargo eletivo no poder executivo de Tramandaí são de candidatos a vice-prefeito. Gerson Luiz Bitelo, vice de Custodia, informou R$ 2.576.113,00. Já Ricardo Billo, vice de Rapaki, declarou R$ 1.185.000,00.

Na sequência, aparece o atual vice-prefeito e candidato à reeleição, Flávio Corso, com R$ 436.986,79. Os candidatos a vice de Rodrigo Lemos, Adriano Pereira Gonçalves, e de Luciano Cherobini, Milena Flores Machado, declararam não ter nenhum patrimônio.

Entre os bens declarados pelos candidatos estão imóveis, veículo, participações em empresas e aplicações financeiras.

Patrimônio candidatos a prefeito

  • Luiz Carlos Gauto: R$ 833.533,23
  • Edegar Rapaki: R$ 435.000,00
  • Custodia Bergues da Silva: R$ 161.238,34
  • Luciano Cherobini: R$ 118.000,00
  • Rodrigo Lemos: nenhum patrimônio declarado

Patrimônio candidatos a vice-prefeito

  • Gerson Luiz Bitelo: R$ 2.576.113,00
  • Ricardo Billo: R$ 1.185.000,00
  • Flávio Corso, com R$ 436.986,79
  • Adriano Pereira Gonçalves: nenhum patrimônio declarado
  • Milena Flores Machado: nenhum patrimônio declarado

As informações foram consultadas pelo Litoral na Rede no portal de divulgação das candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral. Clique aqui para acessar. 

COMPARTILHAR