“Triângulo das Águas”: Litoral Norte terá nova rota turística

Empresários e associações estão mobilizados no projeto para estimular turismo de aventura, esportes náuticos, ciclismo e observação da fauna nas lagoas de Tramandaí, Imbé e Osório

Rota Turística Triângulo das Águas vai explorar belezas naturais de Tramandaí, Imbé e Osório. Foto: Jamboo Turismo

O Litoral Norte do Rio Grande do Sul deve ter, em breve, a formalização de uma nova rota turística. O projeto “Triângulo das Águas” está sendo desenvolvido por empresários e associações dos municípios de Tramandaí, Imbé e Osório. A ideia é organizar e potencializar a exploração sustentável das belezas naturais das lagoas e seu entorno nos três municípios.

Nos últimos meses, empresários e representantes de associações de esportes náuticos têm realizado encontros para consolidar a nova rota turística. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Tramandaí e Imbé, a Associação Comercial e Industrial de Osório e a Agência Litoral de Desenvolvimento estão envolvidas no projeto, que também conta com o apoio das prefeituras.

A rota turística “Triângulo das Águas” envolverá as regiões das lagoas Marcelino, do Peixoto, da Pinguela, do Palmital, do Passo, das Custódias, do Armazém e outras pequenas lagoas do Estuário do Rio Tramandaí, além das dunas e da praia. Pelo menos 25 empresas, associações e escolas de esportes náuticos estão mobilizadas. A iniciativa será mais uma atração da região turística do Litoral Norte Gaúcho.

Um dos empresários envolvidos na consolidação da nova rota é Tiago Lucas Corrêa, diretor da Jamboo Turismo, de Tramandaí, que já realiza projetos de turismo sustentável no Estuário do Rio Tramandaí.

“O projeto da rota é aproveitar esses atrativos naturais e buscar uma organização. Hoje não tem uma organização formal, tem muita gente que vem e pratica por conta. A ideia é que a gente consiga promover essa microrregião”, disse o empresário e turismólogo.

Tiago contou ao Litoral na Rede que a intenção é estimular atividades como ciclismo, triathlon, caminhadas e grupos de corridas, além de esportes náuticos limpos, como remo, canoagem, surfe, kitesurf e stand up padle nas lagoas, no mar e no entorno.

Outra ideia que está sendo  concretizada é a elaboração de um material sobre observação de aves que habitam a região. Este guia é feito em parceria com pesquisadores do Ceclimar/UFRGS e com patrocínio  da Websul.

Turismo ecológico, rural e de aventura fazem parte do projeto. Foto: Jamboo Turismo

A expectativa é que o “Triângulo das Águas” garanta mais renda e empregos nas três cidades.  “Trabalhando de forma coordenada, com certeza ampliará os negócios e a potencialidade de geração de emprego e renda para a comunidade local. Claro que isso vai depender de cursos de qualificação pra condutores turísticos e mão de obra especializada para arrumar equipamentos”, avaliou Tiago Lucas Corrêa.

O grupo envolvido no projeto está aberto à participação de mais empresas e entidades. Os interessantes podem entrar em contato com a CDL de Tramandaí e Imbé com a ACIO, em Osório, ou com as demais entidades.

COMPARTILHAR